António, não me ligas nenhuma…

Afinal, a fazer fé no noticiado no “Jornal do Centro” da pretérita 6ª-feira, são motivos meramente “passionais” que levaram Fernando a não receber, diferente de recusar, o “Viriato d’Ouro”…

imagesFernando quer mais “carinho” da parte de António e da sua entourage. Destes, ficámos a saber, nem um telefonema… cartas só registadas… convites? muito menos…

Para ajudar, António tratou de “cortar” no Bairro Municipal, na Quinta da Cruz e, pasme-se, não “pagou” o subsídio de reintegração de Fernando e do ansiado “delfim” deste, Américo. António anda tão ocupado que não tem sobrado tempo para Fernando…

Fernando está carente, queria uma festa só para ele…

Logo ele, Fernando, que sempre apoiou António, tirando não o querer ver como seu sucessor no cadeirão do Rossio…

Fernando está magoado, sentido e amargurado. Quer voltar, quer voltar para, presume-se, fazer o que não foi capaz de fazer em 24 anos. Nem as ruas de Estrasburgo ou os corredores de Bruxelas conseguem ameinar esta vontade voluntáriamente suicida de Fernando de, ao melhor estilo de Dino Meira, querer voltar a uma “casa” onde já foi feliz. Está no seu direito, até porque o sonho comanda a vida, pelo menos até à hora de acordar…

Para já, a este registo mimado, nervoso e traquina de Fernando, vai António respondendo com uma calma e fleuma olímpicas, resta saber até quando, até porque do lado de Fernando a “coisa” vai aquecer…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s