O Regedor das Beiras – making off…

imgres-4Tenho acompanhado com especial interesse e cuidado a estratégia de comunicação da Câmara Municipal de Viseu e do seu Presidente, António Almeida Henriques, as quais sendo concorrentes e concordantes entre si, têm pressupostos e objectivos diferentes, mas convergem no modo e no tempo.

Vamos pelo início, andou bem António Almeida Henriques ao ter contratado para seuassessor Jorge Sobrado, especialista em comunicação, conhecido como o “homem do QREN” e ex-assessor do gabinete da Presidente da Assembleia da República, envolto em polémica, que agora não é para aqui chamada, nas últimas eleições autárquicas, que levou ao seu afastamento do cargo, que é como quem diz,  levou à sua demissão. Almeida Henriques, conhecedor das qualidades de Sobrado, com quem tinha trabalhado no Ministério da Economia e “causa-motivo” da polémica, resolveu passar do verbo à Captura de ecrã 2014-02-14, às 15.07.25acção e contratar Jorge dando-lhe como missão colocar Viseu no mapa das notícias, mas não só… Desde mudar radicalmente a estratégia de comunicar do Câmara, a criar uma equipa pluridisciplinar que “varre” tudo o que “é” Município de Viseu, passando pela “perninha” na cultura, Sobrado está e é omnipresente.

Mas, não menos importante, Sobrado tem a missão de promover António, de “fazer” de António Almeida Henriques a “voz” do centro, o líder de Viseu-cidade região.

1385596_613225632049025_1766035743_nDiga-se, em abono da verdade, que, até agora, este ilustre desconhecido, para os viseenses, tem cumprido bem o seu papel.

Sobrado, cujas “competências” vão muito para além das citadas, conseguiu colocar Viseu e os seus problemas, as suas realizações nas “bocas do mundo”, fruto de um intenso trabalho de charme junto da comunicação social local, regional e nacional, com particular incidência na imprensa do norte. Trabalho, que apesar de tudo, não tem sido fácil pois Viseu viveu 24 anos de costas voltadas para o resto do país….

Se na 1ª parte da estratégia tem cumprido com distinção, conseguindo quase que o milagre da multiplicação e, muitas vezes, do quase nada fazer notícia, na segunda tem cumprido e muito. Basta ver a quantidade de intervenções e aparições de Almeida Henriques nos órgãos de comunicação social, participações em eventos e reuniões com os seus pares e outros, onde, por norma aparece como o líder e/ou o  anfitrião.

Ora, tudo isto, concorre para uma estratégia, bem definida e já muito visível e em curso, de tornar António Almeida Henriques no “homem do centro”, no líder natural de uma região  que nunca teve uma “voz” ao nível do Norte, leia-se Porto, e do sul, ou seja da capital.

António Almeida Henriques, a quem reconheço astúcia e sagacidade política, mas também a ambição de ver para além do Caramulo,  viu em Jorge Sobrado a chave do cofre e chamou um dos seus melhores para uma das mais “duras” e importantes batalhas do seu magistério, projectar Viseu-cidade região no firmamento do país e do mundo ao mesmo tempo que se  torna, no bom sentido, no REGEDOR DAS BEIRAS…

Assim Sobrado, Jorge… o ajude.

(publicado na ed. de 14/2/2014 do Correio Beirão)

One response to “O Regedor das Beiras – making off…

  1. Pingback: O “grande” líder… | tempo de vésperas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s