Organizem-se… ou talvez não.

logo_cds_azulEm finais de Janeiro de 2012, um punhado de militantes do CDS em Viseu, o qual eu próprio integrava, preocupados com o vazio que então se vivia na concelhia viseense e o aproximar das eleições autárquicas, resolveram consituir-se sob a forma de “Comissão para a preparação do processo eleitoral autárquico de 2013”. Cumpriu o essencial do seu objectivo que consistia em criar as condições necessárias à apresentação de uma candidatura autónoma  à autarquia de Viseu, o que se materializou na candidatura protagonizada e liderada Hélder Amaral.

Posteriormente havia de ser nomeado Delegado Concelhio o militante Carlos Cunha, hoje deputado na Assembleia Municipal viseense, cujo mandato expirou…

Hoje, volvidos 476 dias sobre a demissão da Comissão Política de Viseu presidida por José Carreira, o vazio directivo mantém-se, sem que se vislumbre o seu fim a breve prazo, sendo certo que era, ao que julgo saber intenção dos dirigentes distritais do CDS “arrumar” este assunto no pós-congresso.

As consequências deste vazio na maior concelhia do distrito e onde o CDS obteve um muito interessante “score” eleitoral com a eleição de Hélder Amaral como vereador e o 994784_605628076128889_2069096531_nreforço do contigente na Assembleia Municipal reflectem-se a nível interno e externo. É notória a descoordenação entre vereação e grupo parlamentar da AM, basta ver o sucedido na última Assembleia na discussão do Orçamento para 2014, para não falar no resultado do 25º Congresso do CDS no qual Viseu concelhia “perdeu” o seu Conselheiro Nacional eleito em Congresso, isto apesar de no global o distrito ter “ganho” com a entrada de Hélder Amaral para a Comissão Executiva do partido.

Com presença na vereação municipal, uma reforçada quantitativa e 999997_629780207047009_2056605853_n-1qualitativa representação na AM, com voz activa em várias freguesias com ainda recentemente se viu na Junta de Freguesia de Viseu e acontecerá em outras muito provavelmente, o CDS não consegue capitalizar junto das populações o seu trabalho bem como, corre o risco de ver esfumar-se todo o esforço que levou ao último resultado eleitoral no concelho.

É mais que tempo de “resolver”de vez esta inusitada situação de vazio político, assim o queiram os dirigentes e os militantes da concelhia de Viseu, nos quais me incluo mas sendo certo que não serei protagonista de uma qualquer solução, seja ela qual for. Até porque, “matéria-prima” de qualidade não escasseia…

Organizem-se…

2 responses to “Organizem-se… ou talvez não.

  1. Pingback: Agora vai… ou não… | tempo de vésperas

  2. Pingback: Candidatos já há… | tempo de vésperas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s