O futuro do CDS no rescaldo do fim-de-semana…

Final de tarde de domingo frio e chuvoso, rescaldo do fim-de-semana político-desportivo agitado…

Sábado passado em Oliveira do Bairro, 25º Congresso CDS. Um Congresso diferente para
Unknown
mim, solto, sem responsabilidades ou compromissos. Apenas eu, militante de base. Reencontro com amigos de vida, seguimos os nossos caminhos, ficou a amizade. Unknown-1Esmiuçando, um Congresso engraçado, com Paulo Portas demolidor, um Filipe Anacoreta Correia que não conseguiu “dar o passo” e um Luís Nobre Guedes, que muito admiro, que deixou passar o tempo…

Nestas coisas dos Congressos, uma das coisas interessantes, entre outras, é percepcionar o “peso” relativo de cada concelho ou distrito.

images-2Viseu, distrito vê “reconfortada” a sua posição com o regresso de Hélder Amaral à Comissão Executiva, merecido e justo. Diga-se, em abono da verdade, nunca percebi a sua saída…

De resto, neste capítulo, continuo a ter a sensação que, apesar do que possam querer fazer crer, a representatividade é escassa em função dos resultados e da implantação do partido, que se traduz no número de Delegados ao Congresso, uma das mais numerosas delegações.

Nesta matéria, assumo as minhas responsabilidades enquanto ex-dirigente concelhio e distrital do CDS.

Quanto ao que verdadeiramente interessa extrair deste Congresso, fica clara a sensação que o pós–Portas está em marcha, candidatos não faltam, no entanto, ninguém arrisca um prognóstico…

Na minha opinião, o CDS precisa fazer diferente. O CDS precisa de dizer ao país quais são as suas propostas, que país quer, para onde caminha… Que políticas advoga, que futuro quer construir para Portugal. Até porque, tenho a firme convicção que o CDS estará no governo de Portugal durante os próximos anos e serão vastos…

images-1

A moção “FAZER DIFERENTE” subscrita por João Almeida, elevado a categoria de Vice-Presidente, procura dar resposta a algumas dessas dúvidas. Passará o futuro por aqui? Veremos…

Por cá, bem, por cá… que tal começar por eleger a Comissão Política Concelhia de Viseu? Já era um princípio, ou não?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s