Quem incomodas tu, José?

nem tudo

 

Da recente polémica em torno do Projecto de Resolução 688/XII, que visa clarificar  missão das diferentes Instituições de ensino superior do país, ressalta este editorial do último Jornal do Centro, mais preocupado em zurzir no Zé do que em promover o esclarecimento do que realmente está em causa…

Páginas adiante e após passagem pelo texto subscrito por João Cotta, que aqui saúdo pela sua crescente e contínua participação cívica, eis que nos deparamos com o esclarecimento de Hélder Amaral, José, sobre o mesmo assunto:

ipv

Recomendo a leitura atenta de ambos, bem como das tomadas de posição de José Junqueiro, tão rápida e eficiente como a que produziu e 1995 num célebre comício ao lado do Eng. Guterres, onde lembrava aos jovens viseenses quem lhes tinha “roubado” a Universidade, a mesma que o governo socialista “desviou” para a Covilhã… e do Conselho Geral do IPV, sobre a mesma matéria.

estrelas

Com tanta estrela, é caso para perguntar quem incomodas tu José?

 

 

Anúncios

3 responses to “Quem incomodas tu, José?

      • IPV – Escola Pública de referência na região e no país !!!!!!!!!!!!!!

        Essa deve ser para rir – certo

        Cursos criados a lá carte para justificar a existência do quadro de professores , admissões de professores / funcionários por cartão e amiguismo , entrada de alunos com médias negativas porque o que interessa é arrecadar propinas.
        Baixa de colocação de alunos para estágio de experiência e ou profissionalizante .
        Cursos de reduzida colocação profissional tirando talvez o de enfermagem e mesmo esse anda a formar bons profissionais para serem obrigados a ir para o estrangeiro com todos os prejuízos que isso acarreta.
        Cursos pós-laborais inalterados desde a sua constituição.

        O IPV para subir em Qualidade ainda tem de comer muita sopinha e pensar mais em fazer os trabalhos de casa antes de pensar em entrar por caminhos desconhecidos.

        Se a lei for aprovada parece-me que será igual para todos por isso não vejo qual o drama além de que me faz muita confusão alguém ser doutorado ou mestre numa área sem ter pelo menos 5 / 7 anos de trabalho efetivo nessa área.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s